quarta-feira, 31 de março de 2010

Instalar Impressora no Linux Educacional - Parte 1 - Instalação Local

por Rafael Gregoratto - Tecnico de Suporte



Este é um tutorial que mostra como realizar a instalação de impressoras em sistemas Linux Educacional 2.0 e 3.0, pode ser que funcione em outros sistemas que usam KDE mas testei somente nestes.
A instalação de impressoras no Linux Educacional segue sempre o mesmo padrão quando usamos o Utilitário de Configuração do Sistema. No KDE podemos acessar o utilitário pelo menu "Iniciar", "Configurações do Sistema", abre a janela de Configurações do Sistema, e escolhemos a opção "Impressoras" e abre a janela de "Configurações de Impressoras".
Nesta janela, antes que qualquer coisa aconselho a clicar no botão "Modo Administrador...", ao lado do botão "Fechar", na parte de baixo da janela, e digitar a senha do usuário administrador (root) ou a senha do usuário que está logado no momento, assim podemos evitar problemas de permissões de uso da impressora.
Continuando o Post...
Depois disso escolhemos a opção "Adicionar" (que tem o ícone da "varinha mágica"), e depois a opção "Adicionar Impressora/classe...". Em seguida abre a janela do KDEprint "Assistente de Impressão", então é só clicar no botão "Próximo >" e aparece a "Seleção de Modo de comunicação". Neste ponto escolhemos que tipo de comunicação o computador irá usar para enviar os trabalhos para impressão, porém antes de continuar, temos que analizar em que situação cada impressora está conectada ao computador. Os pregões do MEC tem adotado 2 padrões de impressoras:

1 - Impressoras conectadas ao computador através de um cabo usb ou paralelo;

2 - Impressoras com porta RJ45 para conexão através de um cabo de rede ligado diretamente ao roteador wireless ou a um switch/hub.

Neste post faleremos sobre o tópico 1.

Para as impressoras conectadas diretamente ao computador por um cabo usb ou paralelo é só escolher a primeira opção na "Seleção de Modos de comunicação", que é "Impressora local (paralela, serial...)", clique em "Proximo >".

Escolha a conexão utlizada (serial, usb, paralela, etc, geralmente aparece o nome da impressora ao lado da conexão usada pela mesma, ex.: USB - OKI B4350), clique em "Proximo >", escolha o "Fabricante" e o "Modelo" compatíveis com a impressora (Ex.: Fabricante OKI, modelo B2200n), vá clicando em "Próximo >" até chegar na opção "Informações Gerais" e coloque no campo "Nome" o nome que será usado pelo sistema para reconhecer esta impressora, clique em "Próximo >" e depois em "Finalizar".
Pronto !!! A impressora local está instalada.
Veja que logo abaixo da opção "Adicionar" aparece o nome da impressora que você acabou de instalar.
Aconselho a clicar com o botão direito do mouse sobre a impressora instalada e marcar as opções "Definir como padrão do usuário" e "Definir como padrão local", assim a impressora será selecionada de forma automática quando mandar imprimir.

Agora é mandar imprimir, mas sem esquecer de economizar, pois além de evitar gastos excessivos com tinta e papel, ajudamos a preservar a natureza.

Em breve um outro post mostrará como instalar a impressora que utiliza conexão pela rede.

Grande abraço a todos !!!

segunda-feira, 22 de março de 2010

Petrobras implanta BrOffice.org em 90 mil máquinas

“A Petrobras iniciou neste mês o processo de instalação do BrOffice.org em seu parque de máquinas, estimado em 90 mil computadores. As instalações do programa de código aberto, que pode ser baixado e usado gratuitamente por empresas e usuários domésticos, devem estar praticamente concluídas em aproximadamente dois meses. Ao todo, o novo software contemplará um público interno de cerca de 100 mil pessoas, que serão, inclusive, capacitadas para o uso da nova ferramenta. A estimativa é que o processo gere uma redução de pelo menos 40% na demanda de aquisição de licenças pagas de software proprietário equivalente.

De acordo com a coordenadora de projetos de Tecnologia da Informação da Petrobras, Márcia Novaes, a adoção do BrOffice.org se deu a partir das análises de viabilidade técnica da ferramenta, que concluiu que o software tem maturidade tecnológica e é adequado às necessidades da companhia. Entretanto, o fator determinante foi o econômico, afirma Márcia. “Também definimos a mudança de padrão interno de documentos e adotamos o ODF, que é um padrão aberto com especificações de domínio público, plenamente suportado pelo BrOffice.org”, completa. [referência: linuxmagazine.com.br]

“Para que a novidade seja rapidamente absorvida pelos usuários, o projeto prevê três fases, conforme esclarece o analista líder do projeto, Gil Brasileiro. Na fase atual, a de instalação do BrOffice.org, os aplicativos apenas estão sendo acrescentados nas máquinas e os usuários comunicados de que existe uma nova ferramenta. Na segunda fase, haverá uma campanha de estímulo ao uso, prevendo treinamento de pessoal. Por fim, a última etapa será de adequação de licenças, em que cada setor poderá avaliar as suas reais necessidades e optar por manter o aplicativo atual com custos de licenciamento associados ao departamento.

A coordenadora Márcia esclarece ainda que alguns setores manterão as licenças para esses programas. São as gerências que necessitam de recursos específicos ainda não atendidos pelo BrOffice.org, ou que utilizam programas que dependem dos softwares de planilha e edição de texto proprietários usados atualmente.

“Uma das estratégias de adequação de licença é que, a partir de um determinado momento, os usuários não recebam mais atualizações de software proprietário, apenas o BrOffice.org”, explica Gil. Se houver necessidade de outra ferramenta, o gerente daquela área poderá fazer uma solicitação, justificando o pedido e arcando com os custos associados. Para montar o treinamento dos funcionários, a Petrobras contou com o apoio da OSCIP BrOffice.org. “Pedimos para que fossem mapeadas as maiores dúvidas dos usuários de BrOffice.org”, conta Gil Brasileiro.

Na fase preparatória do planejamento da implantação do BrOffice.org, a equipe da Petrobras teve reuniões com gestores que lideraram processos de migração para o programa em outras empresas, como Metrô de São Paulo, Banco do Brasil, Itaipu e Serpro. Além do BrOffice.org, a Petrobras também migrou para o navegador de internet Mozilla Firefox. Estas duas experiências com software de código aberto, cujo planejamento iniciou em 2008, são pioneiras na Petrobras, em se tratando de estações de trabalho. Em muitos servidores, a empresa já utiliza o sistema operacional Linux.”

Instalar ou atualizar, manualmente, o Flash Player Plugin no Linux Educacional


Neste tutorial vou mostrar o passo-a-passo para instalar ou atualizar o Plugin Flash Player no navegador Firefox para quem usa Linux Educacional 3.0, Debian/KDE ou Kubuntu.


1 - Baixe o Plugin do Flash mais atualizado clicando neste link e salve no computador. Este plugin está compactado no formato tar.gz e serve também para fazer a instalação em computadores que não tem conexão com a internet. É só copiar o arquivo em um pendrive e colar em qualquer computador. Caso não consiga baixar pelo link copie e cole no navegador este endereço:


2 - Descompacte o arquivo para uma pasta que você tenha acesso, abra esta pasta e copie o arquivo com o nome "libflashplayer.so".

3 - Abra o Gerenciador de Arquivos (Modo super-usuário) clicando em Iniciar/Sistema/Gerenciador de Arquivos (Modo Super-Usuário).

4 - Aparece uma janela requisitando a senha de Super-Usuário. Digite a senha do usuário que você usou para acessar o computador (aluno ou professor para o LE 3.0), ou a senha do usuário "root".

5 - Abrirá uma janela do Konqueror na pasta "/root".

6 - Vá até a barra de endereços desta janela, digite o seguinte, sem "aspas": "/usr/lib/firefox/plugins", e tecle enter.

7 - Abrirá uma pasta que já tem um arquivo com o nome "libflashplayer.so", é o plugin do flash em uma versão antiga, caso você já tenha o plugin do flash instalado e quer atualizá-lo, caso contrário não aparecerá. Lembrando que poderão aparecer outros arquivos de outros plugins já instalados, e aconselho a não apagá-los

8 - Cole o arquivo "libflashplayer.so" neste diretório, feche o Gerenciador de Arquivos (Modo Super-Usuário) e abra o Firefox.

9 - Para confirmar a instalação do plugin digite "about:plugins" na barra de endereços do navegador Firefox e tecle enter, abrirá uma página intitulada "Plugins Instalados". Procure no nome "Shockwave Flash" e veja a versão do plugin instado. Caso não apareça a versão do plugin atualizada ou nenhuma versão, feche todas as janelas do firefox e abra novamente, depois verifique se funcionou, se ainda assim não aparecer a versão do flash, repita a instalação desde o começo.

10 - Agora é só aproveitar o seu novo plugin do flash, e navegar a vontade...

Grande Abraço !!!

Rafael Gregoratto - Técnico de TI - NTE Roraima

Como restaurar a sua Área de Trabalho



Oi Pessoal !!!

Este Tópico mostra como você pode criar um script para restaurar as configurações da Área de Trabalho dos usuários "aluno" e "professor", e manter sempre uma configuração padrão para o Desktop, evitando os transtornos criados por usuários que alteram as configurações do ambiente e complicam a vida de quem cuida dos laboratórios de informática.



Aqui no NTE de Roraima nós (técnicos) prestamos assistência técnica para os laboratórios de informática das escolas do Estado. Estes computadores são usados por muitas pessoas, em especial alunos e em sua maioria adolescentes que gostam de mudar a aparência da área de trabalho cada um ao seu modo, alterando papel de parede, posição das barras, cores do layout, temas do sistema, enfim, o que conseguirem. Muitas das reclamações que recebemos é justamente referente a essas mudanças que acaba muitas vezes atrapalhando o uso do computador por outros usuários, em especial iniciantes em informática, pois a confusão visual de um tema alterado pode complicar a vida de quem está começando agora.

Então procurei uma forma fácil de resolver este imbróglio e evitar que tivéssemos que realizar tantas visitas em uma mesma escola para restaurar as configurações de aparência dos computadores. Criei um script e coloquei até o papel de parede padrão do NTE de Roraima.


Este script deixa livre para que o professor ensine o aluno a editar as configurações do Desktop à vontade, e assim que a máquina é reiniciada os ambientes do aluno e do professor voltam ao estado original como estavam quando foi instalado o sistema no computador (uma beleza), com a "sacada" de não apagar os arquivos do usuário, ou seja, só muda a aparência mesmo. Então vamos ao que interessa.

Neste tutorial vou mostrar como montar o seu próprio "Restaura" utilizando o Linux Educacional 3.0. Como não entendo muito de programação, então criei uma forma de fazer este script manualmente. São vários passos que devem ser seguidos para que funcione corretamente.

1 - Instale o Linux Educacional 3.0 em um computador e crie as contas de usuário "aluno" e "professor" (clique aqui e veja como fazer isto).
2 - Ao criar uma conta de usuário é estabelecido o mesmo padrão de aparência para o Desktop de "aluno" e do "professor", faça o login do sistema como usuário aluno.
3 - Acesse o "Gerenciador de Arquivos (Modo Super Usuário)", clicando no menu "Iniciar/Sistema/Gerenciador de Arquivos (Modo Super Usuário)" e digite a senha do usuário aluno.
4 - Na barra de endereço digite "/home" e tecle enter para abrir a pasta /home. Você verá os diretórios /home/aluno e /home/professor.
5 - Abra o diretório /home/aluno e crie uma pasta chamada "restaura", é nela que vamos começar a montar as nossas configurações de restauração.
6 - Na pasta /home/aluno há uma pasta com o nome ".kde", é uma pasta oculta no sistema , e por isso tem um ponto ( . ) antes do nome “kde”, é nela onde ficam salvas as ultimas configurações e alterações realizadas no ambiente de trabalho do usuário aluno.
7 – Minimize a janela e faça as alterações na área de trabalho da forma como deseja que seja restaurada todas as vezes que o computador for reiniciado. O papel de parede deve ser copiado para a pasta “restaura” e depois aplicado no Desktop.
8 – Após realizadas as alterações, copie a pasta ".kde" para dentro da pasta "restaura" que você criou.
9 – Agora abra a pasta “restaura” e crie, dentro da pasta, um arquivo de texto simples com o nome restaura.sh. Abra este arquivo para editar o seu conteúdo. Este será o script que irá executar para restaurar a ambiente de trabalho dos usuário “aluno” e “professor”.
10 – Copie e cole o conteúdo abaixo no arquivo “restaura.sh” e salve o arquivo na pasta “restaura”:


#!/bin/bash

### Script de restauracao do ambiente de trabalho ################
### dos usuarios “aluno” e “professor” para Sistema Operacional ###
### Linux Educacional 3.0 Criado por Rafael Gregoratto ##########
### Tecnico de TI do NTE Roraima, rafaelgrego@gmail.com ######
### Este script pode ser alterado livremente desde ###############
### de que preserve o nome de seus idealizadores ###############

echo "* Criando restauração Ambiente de Trabalho do aluno e do professor"
chmod +x /home/restaura/restaura.sh
cp /home/restaura/restaura.sh /etc/init.d/
cd /etc/init.d/
update-rc.d restaura.sh defaults
cp -R /home/restaura/.kde /home/aluno/
cp -R /home/restaura/.kde /home/professor/
chmod -R 777 /home/aluno/.kde
chmod -R 777 /home/professor/.kde

### Fim do script de restauração

11 – Agora volte para a pasta “/home/aluno”, clique com o botão direito do mouse sobre a pasta “restaura” e escolha “Compactar/Compactar como 'restaura.tar.gz' ”, caso queira escolher outro formato (zip, tar, rar) fique a vontade.

Pronto, seu restaura já está criado !!!

Agora vamos aos passos para a instalação nos computadores.

1 – Copie o arquivo “restaura.tar.gz” para uma pasta no computador onde irá instalar.
2 – Acesse o "Gerenciador de Arquivos (Modo Super Usuário)", clicando no menu "Iniciar/Sistema/Gerenciador de Arquivos (Modo Super Usuário)" e digite a senha do usuário aluno.
3 – Acesse a pasta onde está o arquivo “restaura.tar.gz” e extraia o arquivo para dentro da pasta “/home/”
4 – Na barra de endereço do Gerenciador de Arquivos (Modo Super Usuário), digite /home/restaura e tecle enter.
5 – Você verá o script “restaura.sh” (estará com um ícone preto). Clique uma vez sobre o arquivo e pronto, seu restaura já está instalado.

A cada vez que o computador for iniciado, ou reiniciado, os ambientes de trabalho dos usuários “aluno” e “professor” serão restaurados com a configuração que você definiu.

Caso queira pode baixar o restaura criado para ser usado no NTE Roraima clique no link de arquivos abaixo, ele também já resolve o problema do vídeo no VLC, ficar verde e travar a tela.

Clique para download do RESTAURA.ZIP

Grande Abraço a todos !!!

Rafael Gregoratto – Técnico de TI do NTE Roraima.